Presidente da Sanepar assina ordem de serviço para início das obras no bairro São João

Publicado em 02/02/2018 por Diário do Sudoeste

A Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) marcou presença em Pato Branco nessa sexta-feira, 2, para concretizar obras e anunciar investimentos para ampliação do sistema de esgoto sanitário. A cidade irá ganhar uma estação de tratamento de esgoto compacta, com capacidade para tratar 10 litros de dejetos por segundo.

O diretor presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, autorizou o início das obras da estação de tratamento no bairro São João. Trabalhos devem iniciar ainda neste mês

Além disso, serão implantados mais 14 quilômetros de tubulações para coletar o esgoto de 730 imóveis. A estação e as redes vão atender moradores do bairro São João, Vila São Pedro e Alto da Glória. De acordo com o diretor presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche – que esteve no gabinete do prefeito na tarde desta sexta-feira (2) para anunciar a ordem de serviço – o compromisso assumido com o município foi zelado.

“Hoje estamos aqui dando a ordem de serviço de uma promessa, e a empresa vencedora da licitação começa nos próximos dias a obra. São cerca de R$ 6 milhões de recursos, e estamos aqui para dar essa garantia.”

O presidente reforçou em sua fala que a captação de recursos para Pato Branco não “para”. “Estamos com obras permanentes no município para investimento de água. E todos os pedidos feitos estão sendo atendidos; o investimento na infraestrutura é para que não falte água em nenhuma situação na cidade pelos próximos 30 anos. Essa é a garantia que trago à população.”

Agradecimento e pedidos

Antes da assinatura da ordem de serviço, prefeito Zucchi fez um agradecimento especial ao governador Beto Richa. Disse que o apoio do Estado foi sempre relevante e fundamental para dar andamento às obras, que, segundo o prefeito, “ficarão marcadas na nossa cidade”.

“Uma coisa é o apoio normal de um governo, a outra coisa são os investimentos extranormais que recebemos como é o caso do Parque Ambiental, do Aeroporto, de recursos para asfaltamento das vias, para nossas creches. Por isso faço este agradecimento”, ressaltou.

O prefeito enfatizou a relevância da obra que dará ao município a condição de dobrar a capacidade da captação e tratamento de água. “Isso nos dá uma garantia, de pelos próximos 30 anos, de uma condição tranquila com relação ao abastecimento de água, que é fundamental.”

E entre um agradecimento e outro, aproveitou para fazer pedidos diretos ao presidente da Sanepar. Zucchi citou a necessidade de mudança da estação de tratamento, localizada próxima ao Parque Ambiental Vitório Piassa, e considerou este um “gargalo em Pato Branco”. “Eu sei que está na pauta da Sanepar para resolver a questão, porém, pedimos que a companhia antecipe, afinal, iremos inaugurar o parque dia 22 de fevereiro com a presença do governador. Um dos caminhos do lago do parque ficou ao lado da estação, e realmente há uma situação desagradável.”

Também pediu apoio da companhia para concluir a obra da bacia de contenção, que ajudará muitas famílias que hoje sofrem com o problema das enxurradas e alagamentos, em bairros mais baixos da cidade. E ainda, em relação ao percentual [hoje de 1%], direcionado ao meio ambiente. O objetivo da prefeitura é ampliar a verba.

O presidente da Sanepar se comprometeu em analisar os pedidos, porém, já sinalizou possibilidades de fechar parcerias e projetos. Estiveram presentes na reunião, o presidente da Câmara de Vereadores Joecir Bernardi; o deputado estadual Guto Silva, além de secretários, vereadores e representantes regionais e estaduais da Sanepar.

Investimentos pela região

Além de Pato Branco, o presidente da Sanepar cumpriu agenda em outros municípios da região. Em Realeza foi entregue um reservatório para armazenar um milhão de litros de água. Também foi anunciada a ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto da cidade. O reservatório aumentará em 150% a capacidade de armazenamento de água do sistema. A Estação de Tratamento do Esgoto terá dobrada a sua capacidade de tratar os dejetos. Dos atuais 25 litros por segundo passará a tratar 50 litros por segundo.

Em Nova Prata do Iguaçu, o presidente da Sanepar e o prefeito Adroaldo Hoffelder renovam por mais 30 anos a parceria do saneamento básico. Eles assinaram o Contrato de Programa entre a Sanepar e a prefeitura. No evento ainda foram anunciadas as obras de interligação da Linha Nova Vitória no sistema de abastecimento da área urbana da cidade e as obras de ampliação da estação de tratamento de água, que passará a tratar 30 litros de água por segundo.

Já em Mariópolis foi lançado o edital para a retomada das obras da estação de tratamento de esgoto, da implantação de 13,2 mil metros de redes coletoras e de instalação das ligações de esgoto em mais de 450 imóveis. A obra estava paralisada há cerca de dois anos em razão da rescisão do contrato da empresa vencedora da licitação em 2014. A implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto vai beneficiar 5,8 mil moradores de Mariópolis.