Teatros abrem as cortinas para as crianças em outubro

Publicado em 10/10/2017 por Paraná Online

O Shopping Novo Batel dedica o mês de outubro às crianças e abre as portas dos teatros Fernanda Montenegro e Paulo Autran para a fantasia. Além dos espetáculos teatrais, uma programação divertida acontece aos sábados: das 14h30 às 18h30,  o "Muralzinho de Ideias"; e das 16h30 às 18 horas, o encontro com os personagens da peça "Memórias de Alice do País das Maravilhas". De 7 a 12, das 14 às 18 horas, são promovidas atividades com o "Palhaço Escultor de Balão" e no "Camarim de Pinturas". Nos dias 8, 12, 15 e 22, às 16 horas, no Teatro Fernanda Montenegro, será encenada a peça "Memórias de Alice no País das Maravilhas", produzida pela companhia Amantes da Arte. O espetáculo, adaptação livre do clássico "Alice no País das Maravilhas", retrata de forma lúdica as aventuras de Alice em um lugar lindo e mágico. Os personagens engraçados e surreais divertem as crianças que se emocionam com a apresentação.

"Memórias de Alice no País das Maravilhas", no Teatro Fernanda Montenegro (Divulgação) 

"Memórias de Alice no País das Maravilhas", no Teatro Fernanda Montenegro (Divulgação)

Com adaptação de texto e direção de Mariana Siqueira e Rafael Mendes, da companhia Atos Escola de Artes, estreia no sábado (7), às 16h30, no Teatro Paulo Autran, o espetáculo "O Pequeno Príncipe". A peça, releitura do clássico de Antoine Saint-Exupéry, ainda será apresentada nos dias 8, 21 e 22, no mesmo horário. A história de Ritinha, uma menina do interior que chega à cidade grande e encontra o caos no trânsito, motoristas apressados, correria e muito estresse, é contada na peça "Se essa rua...Se essa rua...", que será apresentada nos dias 14 e 15, às 17 horas, no Teatro Paulo Autran. Com texto e direção de Juscelino Zilio e produção de Mevelyn Gonçalves, o espetáculo traz no elenco Ana Villas Bôas, Kelly Eshima, Lucas Alexandre e William Barbier. No transcorrer da história, a personagem embarca num aventura em mundos imaginários onde são essenciais a disciplina, a flexibilidade e a generosidade.

"João e Maria", adaptação do clássico conto dos Irmãos Grimm (Divulgação)

"João e Maria", adaptação do clássico conto dos Irmãos Grimm (Divulgação)

O espetáculo "João e Maria", adaptação de texto e direção de Juscelino Zilio e produção de Mevelyn Gonçalves, será apresentado nos dias 28 e 29, às 17 horas, no Teatro Paulo Autran. No elenco Edy Nascimento, Isabela Bochonko, João Costa, Rafael Pedretti, Rana Moscheta e William Barbier. Baseada em contos dos Irmãos Grimm, a peça apresenta a história de João e Maria que vão brincar na floresta e acabam se perdendo. Ao tentar encontrar o caminho de volta para casa, conhecem o Boitatá, o Curupira e a Gralha Azul, que mostram a importância da preservação da natureza. Finalmente, chegam à casa da bruxa gulosa e lá aprendem tudo sobre alimentação saudável. As crianças espectadoras participam como bichinhos da floresta, envolvendo-se com a musicalidade do espetáculo.

Etel Frota concorre à Cadeira 22 da Academia Paranaense de Letras

4bel

Recém-lançada no cenário da ficção com o romance "O Herói Provisório", a escritora e letrista Etel Frota concorre à Cadeira 22 da Academia Paranaense de Letras - APL, que já foi ocupada por Carlos Stellfeld (1900-1979), Metry Bacila (1922-2012) e João José Bigarella (1923-2016). A eleição acontece no dia 11 de outubro, em Curitiba.  Fundada em 1936, a casa dos imortais do Paraná é presidida por Ernani Buchmann (Cadeira 2). Etel Frota pode se tornar a 12ª mulher a ingressar na ALP, ao lado de Adélia Maria Woellner, Chloris Casagrande Justen, Marta Morais da Costa, Luci Collin, Clotilde de Lourdes Branco Germiniani, Maria José Justino e Cecília Vieira Helm. Já foram membros da Academia: Pompília Lopes dos Santos (1900-1993), Helena Kolody (1912-2004), Leonilda Hilgenberg Justus (1923-2012) e Flora Munhoz da Rocha (1911-2015).

Poesia e música 

A escritora, paranaense de Cornélio Procópio (PR), nasceu em 1952, e em 1980 passou a morar na capital do estado. Ela conta que apenas depois dos 40 anos de idade, muitos deles dedicados à medicina, começou a escrever poemas e letras de canção, voltou a estudar música, e desde 1999, atua de forma exclusiva como escritora (poeta, letrista, roteirista) e com algumas incursões pela dramaturgia. Em 2002, lançou "Artigo Oitavo", livro+CD de poesia escrita, falada e cantada, com prefácio de Thiago de Mello, concepção gráfica de Paola Faoro e produção musical de Rodolfo Stroeter. Trilha executada por André Mehmari, Caíto Marcondes, Lydio Roberto, Rodolfo Stroeter, Sérgio Justen, Teco Cardoso, Participações de Cacá Carvalho, Cris Lemos, Liane Guariente, Mônica Salmaso, Nice Luz, Suzie Franco.  "Desde que comecei a escrever poesia, tenho sido publicada por suplementos culturais e antologias", observa a escritora. Ela destaca os poemas "Quíron", "O louco da rabeca" e "Um outro soma", recentemente inseridos no livro "Blasfêmeas: Mulheres de Palavra" (Editora Casa Verde), do qual também participam mais 63 escritoras brasileiras da cena contemporânea. Já a sua produção como letrista abrange uma enorme gama de gêneros musicais - do erudito à música caipira; de parceiros (no Brasil e Escandinávia) - de Zé Rodrix a Måns Mernsten, passando por Iso Fischer, André Mehmari, Consuelo de Paula, Davi Sartori; de intérpretes - de Nasi a Maria Bethânia, passando por Viola Quebrada, Kátia Teixeira, Carla Visi, Marianna Leporace, entre dezenas de outros. Acompanhou, em 2016, o lançamento do projeto musical "Flor de Dor - Tao do Trio canta Etel Frota" (Cris Lemos, Fernanda Sabbagh, Suzie Franco; direção musical Vicente Ribeiro), que reúne parte de sua obra. "Por este trabalho, recebi o Prêmio Grão de Música 2016, e o grupo foi indicado ao 28º Prêmio da Música Brasileira, como melhor grupo vocal da MPB", orgulha-se. E há dois anos, atua como colaboradora do jornal Folha de S.Paulo.

5bel

Romancista de mão cheia 

"O Herói Provisório", seu primeiro romance, editado pela Travessa dos Editores, foi lançado em Curitiba e na FLIP 2017 - Festa Literária Internacional de Paraty (RJ). O livro tem tido uma boa recepção por parte de qualificados leitores: "Enredo muito bem construído, personagens vigorosamente delineados e consistentes, e uma linguagem elegante e fluente, revelando Etel como uma narradora de alta qualidade", na opinião do linguista Carlos Faraco. "A autora encontrou o modo correto de narrar uma multidão de histórias e de personagens, que movem a história, com uma linguagem caudalosa, generosa, inesgotável", segundo o escritor Roberto Gomes, que assina a orelha da publicação.   Atualmente, Etel Frota segue trabalhando em letras de canção e roteiros inéditos. Também está reeditando seus dois livros e dando vida a novos projetos:  "A menina que engoliu uma estrela", romance infanto-juvenil, "Santosha" (livro de poesia) e no musical "Canções do dia seguinte".

Curitiba recebe blogueiros de viagem no próximo feriado

Dez blogs de diversos estados do país estarão em Curitiba para mostrar os encantos da cidade

Dez blogs de diversos estados do país estarão em Curitiba para mostrar os encantos da cidade

No próximo feriado do dia 12 de outubro, Curitiba recebe um grupo de blogueiros de viagens vindos de diversos estados para mostrar os encantos da capital paranaense aos seus leitores. O Curitiblogando está em sua sexta edição. O movimento nasceu em 2013, da união de blogueiros curitibanos que têm como objetivo divulgar atrações de Curitiba e recepcionar travel-writes de outros estados. Nesta edição o tema principal é 'Cervejas'. Os blogueiros visitarão a fábrica da cervejaria Klein e a Klein Brewhouse, participarão do Tour Comida de Boteco,  farão o Circuito da Cerveja da Associação do Centro Histórico e também a Rota da Cerveja em parceria com a prefeitura de Pinhais. A programação também inclui visitas a bares  como Hop'n Roll, Quintal do Monge, Chicano Pub Livre e Lotus Sunset, além da visita ao Curitiba Antique Car e ao Café do Viajante e também walking tour pelo Centro Histórico e centro cívico. Serão quatro dias de passeios e atividades explorando Curitiba e seus encantos. O evento está sendo realizado em outubro e também apoia a causa do Outubro Rosa. O grupo está recolhendo lenços e produtos de higiene pessoal para a Associação das Amigas da Mama. Quem quiser acompanhar as atividades e as fotos dos blogueiros durante o evento pode seguir as redes sociais através da hashtag #Curitiblogando. Fazem parte do Curitiblogando os blogs FinestrinoTip Trip ViagensMochilão TripsUm ViajanteDevaneios de Biela. E os blogs visitantes nesta edição são: Revivendo Viagens, Viagens Cine, Nerds Viajantes, Eu vou de Mochila, Trilha Marupiara, Viaja Bi, Coisos on the Go, Trippolis, Blog Dicas de Viagem e Garon Piceli. O evento conta com a parceria do Hotel Ibis Styles, Rota da Cerveja de Pinhais, Klein Brewhouse, Café do Viajante, Tour Comida de Boteco, Quintal do Monge, Associação do Centro Histórico, Hop'n Roll, Curitiba Antique Car, Chicano Pub Libre e Lotus Sunset. E com as empresas colaboradoras: Pulp Edições, O Famoso Brigadeiro, Mary Ann Apple Factory, Realgem's, La Table Gastronomie, Bossa Branding, Moncloa Tea Boutique, Rentcars, Melhores Destinos, It's Wrap e Curitiba na Bagagem.

Nananina lança coleção de livros infantis

7bel
Acontece nesta terça-feira, dia 10 de outubro, a partir das 16 horas, o lançamento da coleção de livros infantis "Nana, Nina e seus bichinhos". O coquetel de lançamento será na Livraria da Vila, no shopping Pátio Batel, em Curitiba, e contará com um pocket show de Rogério Cordoni, que interpreta o Peixe Asdrúbal, personagem de uma das histórias da coleção, e outros artistas. A coleção traz seis livros que viraram músicas, animações e narrações feitas por crianças.

Projeto Nananina

O Nananina é um portal de histórias e músicas inéditas, voltado para crianças. Por meio de múltiplas linguagens - textos, desenhos, vídeos de animação, locução, jogos e atividades -, propõe a promover de forma divertida e inteligente a criatividade, o aprendizado, a brincadeira e a participação inclusiva.    As histórias do Nananina despertam o imaginário infantil para pensar, comparar, combinar e criar. As próprias crianças são protagonistas de enredos sem explosão, trapaça ou rivalidade, elas contam, cantam e representam as histórias. Essa sinergia - de criança para criança - faz com que se sintam "dentro das histórias", e as encoraja a buscar outras formas de participação, despertando o raciocínio criativo.

Inclusão

As histórias podem ser contadas de várias formas, com acesso amplo, seguro e autônomo em todas as plataformas. Músicas para cantar e dançar, livros para ler e escrever, animações para assistir e desenhar, teatro para montar e encenar, atividades para brincar, criar e aprender.  Cada criança poder participar e interagir da sua forma, do seu jeito, de acordo com suas possibilidades. As múltiplas plataformas permitem que uma história seja lida, ouvida, vista ou interpretada. O Nananina aposta na inclusão: uma mesma história contada de formas diferentes para diferentes crianças, mas para todas as crianças.