Abates caem e pecuária tem perda de R$ 278 milhões

Publicado em 15/03/2019 por Correio do Estado

Margem de lucro baixa e alto custo desanimam pecuaristas
Com margem de lucro baixa e altas nos custos de produção, a pecuária sul-mato-grossense acumulou perdas de R$ 272,8 milhões em renda em 2018. De acordo com o Ministério da Agricultura, o Valor Bruto da Produção do segmento fechou em R$ 7,9 bilhões no Estado, diante de R$ 8,1 bilhões de 2017. Já os abates de bovinos tiveram queda de 4,1% em Mato Grosso do Sul no ano passado, no comparativo com 2017, recuando de 3,43 milhões para 3,29 milhões de cabeças. Os dados são da Pesquisa Trimestral dos Abates de Animais, divulgada ontem pelo IBGE, e apontam ainda que, no último trimestre do ano passado, foram abatidos nos frigoríficos 56,2 mil animais a menos que no mesmo período de 2017. Ao todo, foram 811,8 mil bovinos, o que representa retração de 6,5% no volume de abates no Estado.
Com esses resultados, MS ficou na contramão da estatística nacional apontada pela pesquisa. Conforme os dados do IBGE, o abate de bovinos cresceu 3,4% em 2018, atingindo 31,90 milhões de cabeças, representando a segunda alta consecutiva na série histórica anual, após três anos de queda. 
Já em relação ao quarto trimestre de 2018, foram abatidas no País 8,14 milhões de bovinos, quantidade 1% maior que a do quarto trimestre de 2017, porém, 1,7% inferior à do terceiro trimestre.