Bolsas da Ásia fecham em alta; Xangai tem valorização acima de 2%

Publicado em 12/07/2018 por Valor Online

SÃO PAULO  -  As bolsas asiáticas fecharam no terreno positivo nesta quinta-feira, um dia depois do endurecimento das tensões entre Estados Unidos e China. A recuperação dos preços do petróleo e de alguns metais industriais ajudaram no desempenho dos mercados de ações da região.

Os investidores seguem atentos à disputa comercial entre americanos e chineses. Ontem, o governo do presidente Donald Trump anunciou taxação de 10% sobre mais US$ 200 bilhões em bens chineses, que entrará em vigor provavelmente em outubro. A China já anunciou que vai contra-atacar.

Em Xangai, o Xangai Composto avançou 2,16%, aos 2.837,66 pontos. Em Tóquio, o Nikkei 225 fechou em alta de 1,17%, aos 22.187,96 pontos, enquanto em Hong Kong, o Hang Seng subiu 0,60%, para 28.480,83 pontos. Em Seul, o índice Kospi teve elevação de 0,19%, aos 2.285,06 pontos.

A recuperação se deu também nos mercados de petróleo, assim como em alguns metais industriais.

O dólar subiu para o maior patamar em seis meses contra o iene japonês, após dados da inflação americana, que reforçaram o argumento para mais aumentos de juros pelo Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA).