Chove sem parar na fronteira Oeste do RS; Excesso de chuvas obriga o replantio em 30% da área

Publicado em 08/01/2019 por Notícias Agrícolas

Chove sem parar na fronteira Oeste do RS; Excesso de chuvas obriga o replantio em 30% da área
Só nesta madrugada cairam 80 mm sobre o município de S. Gabriel. E ha previsão de mais 150 mm para os próximos dois dias. Apesar das chuvaradas, a expectativa é otimista nesta região gaucha, onde a soja avança sobre a pecuária e áreas de arroz. Acompanhe entrevista com Guilherme Medeiros.

Guilherme Medeiros - Diretor-Executivo da IBDAGRO

Podcast

Chove sem parar na fronteira Oeste do RS; Excesso de chuvas obriga o replantio em 30% da área

Download

LOGO nalogo

No Oeste do Estado do Rio Grande do Sul, o excesso de precipitações obrigou os produtores rurais a realizar o replantio em 30% da área cultivada com a cultura da soja. Nesta madrugada, foram registrados 80 mm de chuvas no município de São Gabriel.

Chuvas a agora no RS

De acordo com o Diretor-Executivo da IBDAGRO, Guilherme Medeiros, as precipitações podem alcançar os 150 mm nos próximos dias. “Nós temos uma previsão para os três dias seguintes de mais chuvas, tendo em vista que tem chovido acima da média desde novembro e 30% das lavouras precisaram fazer o replantio”, comenta.

Nos últimos dez anos, a localidade investiu muito mais na cultura da soja do que no plantio do arroz e na pecuária. “Ontem, eu andei pela a região com dois agricultores pela as estradas do interior e só vemos lavouras de soja. Na qual, temos uma estimativa de 130 mil hectares cultivados”, destaca.

A liderança ressalta que os produtores rurais que optaram por cultivar a soja fizeram uma ótima escolha. “Os preços praticados no arroz estão inviáveis e o agricultor está pagando para trabalhar. Por isso, essa mudança drástica na fisionomia do interior do município”, aponta.

Confira as imagens das lavouras de soja na região de São Gabriel - RS

 

Chuvas nesta segunda-feira (07) no Rio Grande do Sul - Foto: Reprodução/Redes sociaisLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme MedeirosLavouras de soja São Gabriel/RS - Guilherme Medeiros

 

Até o momento, não é possível prever de quanto será a produtividade dessas áreas por conta do excesso de chuvas. “Não sabemos dizer de quanto será a quebra e muito menos a rentabilidade dessas áreas. Porém, eu acredito que nesta região a produtividade será maior de 60 sacas por hectare”, afirma.

Atualmente, o município de São Gabriel é o quarto maior produtor de soja do estado em que fica atrás de Tupanciretã, Júlio de Castilhos e Cachoeira do Sul. “No entanto, ainda temos uma grande área para ser explorada ao passo que as outras cidades estão com áreas saturadas. A perspectiva é que a região fique em primeiro dentro de cinco anos”, diz.

Por: João Batista Olivi e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas