Comportamento de Trump gera clima de insegurança na Otan, diz analista

Publicado em 12/07/2018 por O Globo

Ao lado de colegas e chefes de Estado e de governo, Trump vê chegada de Theresa May - GEERT VANDEN WIJNGAERT / AFP

BERLIM — A Otan vive incertezas. Segundo o diretor do Programa Segurança, Defesa e Armamento da Sociedade Alemã de Política Externa, Christian Mölling, “o comportamento do presidente americano causa espanto entre os europeus e um clima de insegurança, mas a Aliança Atlântica vai sobreviver”. Entretanto, ele dá razão a Donald Trump num aspecto: a Europa precisa investir mais na sua defesa.

Como o senhor vê as críticas de Trump ao governo alemão?

Certamente que os dois políticos, Donald Trump e Angela Merkel, não têm simpatia recíproca, mas acho uma falta de estilo um presidente americano criticar abertamente a chefe de governo de um país estrangeiro. Essa disputa não só contribui para enfraquecer a aliança: o comportamento do presidente causa espanto entre os europeus e um clima de insegurança, mas a aliança vai sobreviver. Mesmo que Trump considere a Otan cara e obsoleta, os republicanos e democratas não aceitariam que os Estados Unidos abandonassem o bloco, o que muitos europeus receavam antes do início da cúpula.

LEIA MAIS: Trump propõe dobrar meta de gasto militar aos países da Otan

Em reunião da Otan, Trump diz que Alemanha é 'prisioneira' da Rússia

Trump já tinha criticado antes a política de refugiados de Merkel. O senhor acredita que exista alguma intenção de derrubar a chanceler, como sugeriu recentemente um jornal americano?

Eu não acredito que exista tal intenção. Além disso, é verdade que com o gasoduto Nordstream 2 (que será construído até o final do próximo ano), a dependência da Europa da Rússia será maior. Por outro lado, Trump critica o projeto do gasoduto porque os americanos cobiçam o mercado europeu para o seu próprio gás de xisto. Com as suas críticas, Trump não consegue prejudicar Merkel. Há até um efeito contrário, de alguns pontos de popularidade a mais para a chanceler depois de cada crítica do americano.

‘Com as suas críticas, Trump não consegue prejudicar Merkel. Há até um efeito contrário, de alguns pontos de popularidade a mais para a chanceler depois de cada crítica do americano.’

- Christian Mölling

especialista alemão

Os participantes da cúpula chegaram novamente à decisão dos 2% do PIB que os países do bloco devem gastar com a Defesa. Mas Trump exige ainda mais, 4%. Essa meta é realista?

Os 2% são um objetivo a ser atingido no futuro, mas não significa que os países precisem conseguir essa meta já agora. A Alemanha vai atingir 1,5% até 2024. A quantia é proporcional ao PIB. Se a economia parar de crescer até lá, o percentual será um pouco maior. Subir para 4% não seria possível na Alemanha, porque a população seria contra.

Por que as críticas são principalmente contra a Alemanha?

Na Otan, a Alemanha é, depois dos Estados Unidos, a maior economia. O atual 1,24% que a Alemanha investe na Defesa é incomparavelmente muito mais do que os 2% da Grécia.

O senhor espera que Trump faça alguma concessão no encontro com Vladimir Putin na próxima segunda-feira? Um assessor de Trump não excluiu nem a possibilidade de reconhecimento da Crimeia como território russo...

Se Trump fizer isso, vai causar uma grave crise de credibilidade na Otan. Os Estados Unidos não podem aceitar que um país mude as suas fronteiras com a ajuda de armas. O efeito seria ainda pior, pois poderia ser um incentivo a Putin para repetir a ação com outro antigo país vassalo do bloco do Leste.

E AINDA: Análise: ataques de Trump aprofundam desgaste da Otan

Trump diz que reunião com Putin 'será a mais fácil' em giro pela Europa

Anterior

EUA prometem reunião imediata de imigrantes menores de 5 anos e pais

Próxima

Comportamento de Trump gera clima de insegurança na Otan, diz analista Chave

Exclusivo para assinantes

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

Já recebe a newsletter diária? Veja mais opções.

Digite as letras da imagem: Captcha

TROCAR IMAGEM

Quase pronto...

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.

{{mensagemErro}}