Compra de ativos da Petrobras pela Petrotemex é complexa

Publicado em 13/10/2017 por DCI

13/10/2017 - 05h00

Compra de ativos da Petrobras pela Petrotemex é complexa

- O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) considerou complexa a compra pelo grupo mexicano Petrotemex da Companhia Petroquímica de Pernambuco (PSuape) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), ativos da Petrobras.

A Superintendência-Geral do Cade determinou a elaboração de estudo econômico quantitativo sobre os impactos da operação sobre a concorrência, solicitou dados de concorrentes e facultou às empresas apresentarem dados sobre as eficiências geradas pela transação, de acordo com despacho publicado no Diário Oficial das União desta quarta-feira (11).

A Petrobras aprovou em 28 de dezembro a venda da Petroquímica Suape e da Citepe para os mexicanos por US$ 385 milhões, em um negócio que faz parte do plano de desinvestimentos e parcerias da estatal.

Em comunicado, a Petrobras disse que "continuará colaborando com o Cade com vistas a obter a aprovação da operação dentro do prazo legal e manterá o mercado informado".

O Cade poderá requerer um prazo maior para análise de até 330 dias, ante 240 dias.

Alimentos

Conforme outro despacho divulgado na quarta-feira (11), o Cade aprovou sem restrições a compra da empresa brasileira de produtos alimentícios orgânicos Mãe Terra pela multinacional Unilever.

A Superintendência-Geral do Cade avaliou que a operação, cujo valor não foi divulgado, "é incapaz de acarretar prejuízos concorrenciais no território brasileiro". /Agências

Assuntos relacionados:

cade