Decisões que o Brasil está tomando em relação ao agronegócio são incertas

Publicado em 17/12/2019 por Canal Rural

Para o comentarista do Canal Rural, Miguel Daoud, falta efetividade da parte governamental para a criação de medidas que possam de fato contribuir com o setor produtivo do país
Secretários da Fazenda dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal terminaram nesta sexta-feira uma reunião de dois dias que tinha como finalidade discutir a renovação ou não do Convênio 100 para os anos 2020 e 2021. A decisão foi prorrogada para fevereiro de 2020
Para que fosse aprovada a renovação, todos deveriam votar a favor da concessão, mas o debate nem chegou ao ponto de decisão.
O benefício reduz ou isenta insumos agropecuários do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Se os secretários decidirem pela não renovação do benefício, a cobrança do imposto começará a valer a partir de 30 de abril de 2020.
“Não consigo entender o conjunto de decisões que o Brasil vem tomando ultimamente em relação ao agronegócio. Só ouço dizer que o setor tirou o Brasil do buraco, que será a salvação da economia, e será mesmo. Mas eu não vejo um conjunto de ideas importante, que de fato são analisadas”, afirmou Miguel Daoud, comentarista do Canal Rural.