Dias Toffoli pede apuração de relatório da Receita sobre Gilmar Mendes

Publicado em 10/02/2019 por Amazônia Brasil Rádio Web

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Antonio Dias Toffoli, pediu a apuração de eventuais atos ilícitos envolvendo um relatório da Receita Federal sobre o ministro Gilmar Mendes e a esposa dele, Guiomar Mendes. Toffoli pediu informações ao ministro da Economia, Paulo Guedes; ao secretário da Receita, Marcos Cintra, e à procuradora-geral da República, Raquel Dodge.
Foi o próprio Gilmar Mendes quem informou Toffoli sobre uma investigação de possíveis casos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência. Mendes acrescentou que não foi oficialmente informado sobre a apuração da Receita Federal.
Gilmar Mendes afirmou que nenhum fato concreto é apresentado nos documentos que foram vazados à imprensa. Em nota, o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, informa que determinou, que a Corregedoria da Receita Federal inicie imediatamente a apuração dos fatos relatados pelo ministro do Supremo.
E os membros do Poder Judiciário podem ser investigados também por uma CPI, Comissão Parlamentar de Inquérito, no Senado. O senador Alessandro Vieira, do PPS de Sergipe, quer apurar condutas de ministros dos tribunais superiores que extrapolem o exercício regular das competências.
O parlamentar quer saber se existe abuso em medidas que possam atrasar ou inviabilizar o andamento de processos, como pedidos de vista. Quer entende porquê o Judiciário toma decisões contraditórias sobre o mesmo assunto e por que alguns ministros desrespeitam decisões de colegiados.
EBC