Empresas e Empresários :: SRM amplia atuação no mercado latino-americano e lança oferta de US$ 50 milhões no fundo COMEX

Publicado em 13/06/2018 por Bem Paraná

Josiany Vieira

A SRM, multinacional brasileira gestora de fundos de investimentos (FIDCs), anuncia a maior oferta de séries da história de seu fundo de investimento COMEX, dedicado ao factoring internacional, que investe em instrumentos de renda fixa. A oferta de US$ 50 milhões está dividida em duas séries de US$25 milhões, sendo uma ao prazo de um ano e outra com vencimento em dois anos. Desta forma, a empresa consolida sua estratégia de apoio ao mercado de comércio exterior peruano, onde atua desde 2014, com o objetivo de atrair investidores institucionais, fundos mútuos e bancos privados.

Para ampliar sua atuação no mercado latino-americano, a SRM dá início à operação de estruturação de um fundo no Chile, onde está presente desde 2015, quando abriu escritório e começaram a sondar o mercado, além de conhecer os players interessados em desconto de faturas de importação e exportação. De acordo com Rui Matsuda, CEO da SRM no Peru e no Chile, a oferta no Chile será através do próprio Fondo Comex Peruano dirigido a investidores institucionais chilenos.

Para o executivo, esta atuação reflete a confiança e experiência da empresa no mercado. “A SRM tem avaliado e estudado o comércio exterior latino-americano e acredita no potencial de crescimento dos setores em que atua. Esperamos seguir crescendo e oferecendo aos investidores novas alternativas”, explica.

Crescimento no cenário nacional

No Brasil, a SRM, por meio de sua fintech TrustHub, dedicada a oferecer soluções financeiras 100% digitais para micro, pequenas e médias empresas, já havia ganhado destaque no mercado nacional de crédito por antecipar recebíveis a MPMEs em menos 2 horas. Agora, amplia a sua atuação e entra para o ramo de subadquirência, com o lançamento dos equipamentos TrustPay: uma solução de checkout “bank in a box”, que inclui vários serviços em uma única plataforma; com o objetivo de desburocratizar os processos de um empreendimento e garantir o controle das vendas do comércio por meio de uma automação comercial; e três modelos de maquininhas para recebimento de cartão de crédito ou débito.

“Estamos falando de uma máquina que vai revolucionar o mercado das MPMEs ao trazer autonomia para que os gestores realizem operações de vendas, gerenciamento de caixa, controle de estoque, emissão de nota e até antecipação de recebíveis. Tudo isso de maneira 100% digital e on-line”, enfatiza Marcos Mansur, CEO da SRM no Brasil.

Já para o mercado Business to Business como um todo, a TrustHub aposta em duas grandes soluções: o inédito serviço de parcelamento de compras para operações “B2B”, que recebe o nome de TrustHub Parcele+; e a plataforma de conta de pagamento digital.

O TrustHub Parcele+ é um serviço que permite que as empresas ofereçam o parcelamento das suas vendas por meio de boleto e com recebimento antecipado do valor à vista. “Graças a um algoritmo avançado, nós analisamos o perfil da empresa compradora, assumimos a dívida e, então, realizamos o pagamento à vista para a empresa vendedora. Esse processo de análise e autorização leva segundos. É uma novidade para as operações ‘B2B’ no mercado brasileiro”, pontua Rodrigo Thedim, Gerente de Produtos da Fintech.

Já a nova conta de pagamento digital é um facilitador para que o empresário tenha acesso a todos os serviços oferecidos pela TrustHub. “Essa novidade permite ao empresário, com poucos cliques, consultar seu extrato, pagar boletos, realizar empréstimos, transferências e depósitos. Para abrir a conta de pagamento digital, basta informar o CNPJ”, afirma Alexandre Góes, Diretor de Meios de Pagamento da TrustHub.

Lançada em novembro de 2017, a TrustHub já liberou mais de R$ 20 milhões em crédito a micro, pequenas e médias empresas e espera movimentar R$ 5 milhões por dia até o fim de 2018.

Sobre a SRM

A SRM é uma gestora de fundos de investimentos, que opera notadamente nas áreas de direitos creditórios e capital de giro. A gestora, por meio de seus escritórios na América Latina, viabiliza operações de Trade Finance, câmbio, operações estruturadas e investimentos. Atualmente, em fase de acelerada expansão, a empresa aposta na retomada da economia brasileira e em setores-chave, além da internacionalização. Fundada em 2005, a companhia se destaca por atributos como inovação e flexibilidade. Foi pioneira na criação de fundos multicedentes e multisacados no Brasil.