F1 revela três carros conceito para 2021 e fala em "estilo e substância" para melhorar corridas e atrair fãs

Publicado em 14/09/2018 por Yahoo Brasil

"Estilo e substância". Assim a F1 definiu o projeto do carro que deseja ver nas pistas a partir da temporada 2021, quando o campeonato vai passar por uma radical mudança de regulamento. A maior das categorias vem trabalhando junto à FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e às equipes em um novo modelo que ofereça a possibilidade de corridas mais disputadas, além de uma aparência arrojada e que atraia público. O design ainda deve evoluir muito até virar realidade, mas a F1 apresentou, nesta sexta-feira (14), mais detalhes daquilo que deve moldar o futuro do Mundial. Foram revelados três carros conceito. 

Ainda que o campeonato atual apresente uma dura briga entre Ferrari e Mercedes, a distância para as demais equipes, incluindo aí a Red Bull - terceira força da F1 -, preocupa os donos do espetáculo, por isso um dos objetivos principais do projeto é elaborar um carro que permita disputas reais de pista. Nos dias de hoje, por conta da enorme carga aerodinâmica, os carros enfrentam uma dura turbulência quando se aproximam, o que dificulta a ultrapassagem, e é nisso que a F1 trabalha neste momento. Ou seja, criar condições para os carros sigam um ao outro com mais facilidade.

A F1 apresentou o primeiro conceito para os carros de 2021 (Foto: F1)

"Quando começamos a pensar sobre o carro de 2021, o objetivo principal era permitir uma maior disputa", afirmou Ross Brawn, diretor-esportivo da F1. "O que estabelecemos no início da nossa pesquisa é que os carros que temos agora são ruins neste ponto. Uma vez juntos, eles perdem 50% de seu desempenho. E essa é uma quantidade substancial. Então, começamos a ver por que isso aconteceu e como melhorar. Tenho o prazer de dizer que estamos a cerca de 80% do nosso objetivo", completou.



A aparência dos carros também tem grande peso no projeto, uma vez que a F1 deseja atrair um público mais jovem, então as linhas do novo monoposto também foram inspiradas nos vídeogames. "Com o passar do tempo, outra meta que tivemos foi com relação à estética. Queremos que as crianças tenham o desejo de estampar os carros nas paredes."

Além disso, a F1 também trabalhou em reduziu as aletas e apêndices aerodinâmicos, deixando o carro mais 'limpo'. O halo ganhou linhas mais agressivas e deixou de ser menos robusto como atualmente.


A figura abaixo mostra o trabalho feito em cima do halo


A F1 apresentou o primeiro conceito para os carros de 2021 (Foto: F1)

De acordo com o texto publicado pelo site oficial da F1, o halo apresenta a proteção do cockpit mais integrado ao carro e esteticamente mais agradável. "O carro também deve ser mais extremo. Uma das coisas que veremos serão as rodas maiores, uma vez que estamos comprometidos com rodas de 18 polegadas para o futuro. Eles parecem maiores, mas há muitas razões para isso", explicou o engenheiro inglês.

"Os pneus e as rodas são áreas mais 'sujas' do carro e causam enorme interrupção do fluxo de ar. Estamos começamos a olhar para dispositivos que podem estabilizar o fluxo. Ainda estamos amadurecendo as ideias", emendou.

 

As pesquisas ainda seguem e há mais por vir até a versão final, de acordo com a F1. "Queremos também criar um ambiente em que haja uma fila de interessados em se juntar à F1", concluiu.


As imagens abaixo exemplicam o que a F1 deseja do ponto de vista da aerodinâmica, fluxo de ar e também com relação aos novos tamanhos das rodas. O projeto tem como um de seus principais pilares a meta de aumentar as ultrapassagens. 

A F1 apresentou o primeiro conceito para os carros de 2021 (Foto: F1)


A F1 apresentou o primeiro conceito para os carros de 2021 (Foto: F1)


 


A F1 apresentou o primeiro conceito para os carros de 2021 (Foto: F1)