MOEDA FORTE entrevista Décio Pecin, CEO da rede de escola de idiomas CNA - Bloco 4

Publicado em 10/08/2018 por IstoÉ Dinheiro

MOEDA FORTE entrevista Décio Pecin, CEO da rede de escola de idiomas CNA - Bloco 4

No programa MOEDA FORTE desta semana, Carlos Sambrana, diretor de redação da ISTOÉ DINHEIRO, recebe Décio Pecin, CEO da rede de escolas de idiomas CNA. Com 45 anos de história, 600 unidades e faturamento anual de R$ 800 milhões, a companhia prevê a abertura de mais 150 unidades até 2020. Neste quarto bloco, ele fala sobre política e economia. “Há uma incerteza quase que geral em relação ao que vem por aí nas eleições”, afirma. Segundo Pecin, é preciso olhar para os candidatos que tenham maior equilíbrio e o mercado como prioridade. “A queda brusca do PIB abalou a economia, o emprego e a confiança das pessoas”, diz. O CEO da CNA comenta ainda que o setor de ensino de idiomas chegou a perder cerca de 20% dos alunos na crise. “Tínhamos quase 3% da população brasileira estudando inglês em 2013. Hoje, temos cerca de 2%, mas estou otimista com 2019”, afirma.

09-08-2018 08h00