Nova Mutum volta demitir mais funcionários e agronegócio lidera

Publicado em 28/03/2019 por Só Notícias

Nova Mutum voltou a demitir mais funcionários nas indústrias e empresas de todos os segmentos comerciais. Em fevereiro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram encerradas 39 vagas de emprego a mais, resultado de 738 demissões e 699 contrações. Diferente do resultado de janeiro, quando foram criadas 239 vagas de emprego a mais.
No mês passado, o setor da agropecuária liderou o fechamento das vagas de empregos. Foram 122 vagas encerradas, resultado de 254 trabalhadores mandados embora e 132 contratados. O segundo pior resultado ocorreu na constatação com 18 vagas fechadas, saldo de 45 demitidos e 27 admitidos.
O setor de serviço industrial de utilidade pública fechou uma vaga. Já a extração mineral e administração pública não contratam ninguém.
Por outro lado, Só Notícias contatou que o comércio gerou 59 vagas, diferença de 246 contratados e 187 demitidos. O setor de serviços também teve resultado positivo ao criar 29 novos posto de trabalho, saldo de 160 admissões e 131 demissões. A indústria de transformação contratou 14 pessoas a mais.
Com o resultado de fevereiro, Nova Mutum abriu 452 empregos a mais nos últimos 12 meses, resultado de 8.603 admissões e 8.151 desligamentos feitos por empresas e indústrias de todos os segmentos. Já em um ano, foram criados 205 postos de trabalho.
Conforme Só Notícias já informou,  de Sorriso demitiu mais empregados, no mês passado. Foram 178 trabalhadores dispensados a mais. Lucas do Rio Verde voltou a ter saldo negativo na geração de empregos com carteiras assinadas.
Já em Sinop, o resultado foi positivo com 270 pessoas empregadas a mais em fevereiro.