Oi Futuro lança novo guia de práticas pedagógicas para estimular educadores de todo o país a inovarem em sala de aula

Publicado em 30/10/2019 por Assessoria de Comunicação

•         E-NAVE 2 reúne 45 práticas do tipo mão na massa em linha com as competências da BNCC e do Novo Ensino Médio
•         Livro digital tem download gratuito em plataforma do MEC e no site do Oi Futuro 
•         Atividades foram desenvolvidas e testadas por educadores do Núcleo Avançado em Educação e podem ser desenvolvidas com pouco ou nenhum recurso tecnológico
 
O Oi Futuro lança o “E-NAVE 2 Guia de Práticas Pedagógicas Inovadoras”, livro digital que reúne 45 práticas pedagógicas desenvolvidas e testadas nas escolas do programa NAVE (Núcleo Avançado em Educação). Com o objetivo de inspirar educadores de toda a rede pública e privada do país a inovarem, o e-book será distribuído gratuitamente por meio da Plataforma Integrada de Recursos Educacionais Digitais do MEC (https://plataformaintegrada.mec.gov.br) e por download gratuito no site do Oi Futuro (www.oifuturo.org.br)
 
São 45 atividades do tipo mão na massa, de todas as áreas do conhecimento e componentes curriculares, da formação geral básica e da formação profissional e tecnológica, que podem ser adaptadas conforme a realidade de cada escola, mesmo com pouco ou nenhum recurso tecnológico. As práticas são orientadas para atender às 10 competências gerais da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e do Novo Ensino Médio. Há diferentes ferramentas sugeridas, como poesia visual, design thinking, metodologia ágil, modelagem 3D e memes, além de práticas que trabalham a trajetória e a identidade dos estudantes, utilizando fotografia, árvores genealógicas e projetos de vida, entre outros exemplos.  A primeira edição do guia, lançada em 2018, teve mais de 2.300 downloads e foi acessada por educadores de todas as regiões do país.
 
O NAVE é o programa ensino médio integrado à educação profissional do instituto Oi Futuro, que já formou mais de 2,5 mil jovens em 13 anos de atuação, com escolas no Rio de Janeiro e Recife. Criado pelo instituto de Inovação e Criatividade da Oi em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do RJ e PE, o programa é desenvolvido em duas escolas públicas, no Rio (Colégio Estadual José Leite Lopes) e em Recife (Escola Técnica Estadual Cícero Dias), com foco nas economias criativa e digital. As escolas funcionam como laboratórios de criação e experimentação de metodologias pedagógicas inovadoras, disseminadas por meio de cursos de formação oferecidos a educadores da rede pública e de publicações como o “E-NAVE”, disponibilizadas gratuitamente. 
 
“O NAVE é um laboratório de experimentação em educação, onde incentivamos o potencial criativo e inovador de educadores e alunos para desenvolver soluções para toda a rede pública”, diz Carla Uller, gerente executiva de Educação, Inovação Social, Esporte e Comunicação do Oi Futuro. “O programa é uma contribuição que a Oi e o Oi Futuro vêm desenvolvendo há 13 anos para a educação brasileira e a economia criativa e digital.”
 
45 práticas pedagógicas inovadoras
Nesta segunda edição do guia, educadores do NAVE apresentam 45 práticas, com estratégias para engajar o aluno do século 21 e ideias para aplicar as 10 competências gerais da BNCC, divididas em seis capítulos: 
 
1.       “Escola é Vida”: Para a formação de sujeitos críticos e autocríticos, as atividades são voltadas para a reflexão sobre trajetórias, identidades e orientação vocacional dos jovens. Exemplos: O que eu quero aprender? (projetos individuais de aprendizagem autônoma); Família Dá em Árvore (construção de árvores genealógicas aplicando conhecimentos de biologia); Fotocabine (retratos estimulam reflexões sobre identidades juvenis); Eu, a vida e Poesia visual (poesias visuais articuladas com conhecimentos sobre o movimento literário simbolista e as vanguardas europeias).
2.       “Diferenças Extraordinárias”: Este capítulo reúne atividades que valorizam a diversidade e acolhem as diversas formas e ritmos de aprendizagem. Exemplos: Empatia em Tudo (ferramentas de design thinking para aprender sobre empatia); As Extraordinárias (projeto de comunicação criativa a partir do estudo de biografias de mulheres brasileiras).
3.       “Jogando se Aprende”: Nesse capítulo, professores indicam estratégias de gamificação para motivar competências dos estudantes na resolução de problemas da escola e de diversas áreas do conhecimento. Exemplos: EduLarp Bio (vivência de RPG para ensinar citologia); Ludoescola (intervenções gamificadas para solucionar problemas reais); Liga da defesa (jogo de construção de personagens nos mecanismos de defesa do corpo humano).
4.       “Juntos Aprendemos”: Este capítulo apresenta práticas que estimulam a colaboração e a construção coletiva de conhecimento. Exemplos: Mapeando ideias (mapas mentais para a construção colaborativa de conhecimentos); Comunidade da leitura (criação de comunidade virtual para compartilhar resenhas literárias).
5.       “#Culturajovem”: O uso das tecnologias digitais e a integração de linguagens estimulam mudanças nas formas de apresentar conteúdos. Exemplos: Memes Fabulosos (fábulas de memes articuladas com fatos sociais contemporâneos); (Evoanimada (construção de infográficos sobre evolução das espécies a partir de referências de desenho animado).
6.       “Desafio, Lógica e Argumentação”: Neste capítulo, são apresentados projetos e experiências multidisciplinares que exercitam a argumentação, análise, síntese, construção de modelos e categorização. Exemplos: Pensamento Ágil (resolução de problemas em equipe utilizando metodologia ágil de desenvolvimento de softwares); Célula comestível (construção de modelos 3D de células utilizando alimentos como ingredientes).
 
Sobre o Oi Futuro
O Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi, funciona como um laboratório para cocriação de projetos transformadores nas áreas de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte. Por meio de iniciativas e parcerias em todo o Brasil, estimulamos o potencial dos indivíduos e das redes para a construção de um presente com mais inclusão e diversidade. Na Educação, o Oi Futuro investe em novas formas de aprender e ensinar com o NAVE, programa de inovação em educação que já formou mais de 2,5 mil jovens em 13 anos de atuação, com foco nas economias criativa e digital. Na Cultura, o instituto mantém o Centro Cultural Oi Futuro, que oferece uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia e também abriga o Museu das Telecomunicações, pioneiro no uso da interatividade no Brasil e com um acervo de mais de 130 mil itens que contam a história do setor no Brasil. O Oi Futuro gerencia há 16 anos o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público. Desde 2003, foram mais de 2.500 projetos culturais apoiados pelo Oi Futuro, que beneficiaram milhões de espectadores.