Polícia realiza operação de busca e apreensão na sede do Sporting

Publicado em 16/05/2018 por Yahoo Brasil

Lisboa, 16 mai (EFE).- A Polícia Judicial (PJ) de Portugal realiza nesta quarta-feira uma operação de busca e apreensão nos escritórios do Estádio José Alvalade, do Sporting, por suspeitas de corrupção no clube, que suspendeu o treinamento de seus jogadores, após ontem serem agredidos por vários torcedores.

Os agentes da PJ chegaram no início da manhã e, segundo a imprensa lusa, investigam uma suposta compra de árbitros para fraudar partidas da liga de handebol, competição que o Sporting conquistou na temporada passada após um jejum de 16 anos.

O registro coincide com a suspensão do treino da equipe profissional de futebol, que decidiu não realizar a atividade após a agressão sofrida ontem pelo seu treinador, Jorge Jesus, e vários jogadores.

Cerca de 50 torcedores da equipe invadiram, com os rostos cobertos, o centro de treinamento do clube, em Alcochete, e entraram no vestiário com tochas, quebrando o vestiário e agredindo os jogadores.

Quem levou a pior foi o atacante holandês Bas Dost, que sofreu vários cortes na cabeça e nas pernas, como apareceu em imagens divulgadas por vários veículos de imprensa e redes sociais.

Alguns atletas devem se reunir hoje com o Sindicato dos Jogadores e estudam a rescisão do seu contrato com o clube, que reagiu ontem à noite com um comunicado onde repudiou "veementemente" a violência.

O clube lisboeta vive um momento tenso desde que acabou o Campeonato Português, no último domingo, por conta de uma derrota por 2 a 1 para o Marítimo, que deixou a equipe fora da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

No próximo domingo, o Sporting disputará a final da Copa de Portugal contra Desportivo Aves. EFE