Taxas futuras de juros recuam com dólar após IBC-Br

Publicado em 16/04/2018 por IstoÉ

Os juros futuros operam em baixa, sintonizados ao desempenho do dólar ante o real. O avanço do Índice de Atividade do Banco Central (IBC-BR) abaixo da mediana das projeções contribui para o ajuste. O IBC-Br - prévia informal do PIB - subiu 0,09% em fevereiro ante janeiro, com ajuste, ficando levemente abaixo da mediana das estimativas colhidas pelo Projeções Broadcast (0,10%), mas dentro do intervalo previsto (-0,40% a 0,50%).

O exterior mais tranquilo também decorre da percepção de que pode não ocorrer uma escalada nas tensões entre Estados Unidos e Rússia, após EUA, França e Reino Unido terem atacado a Síria na sexta-feira à noite.

Segundo um profissional de renda fixa, o mercado não gostou da pesquisa Datafolha, mas minimiza o resultado, até porque na sexta-feira já embutia cautela nas taxas antes da pesquisa.

A sondagem Datafolha traçou nove cenários na corrida presidencial. Lula aparece em três deles e oscila entre 30% e 31%, na liderança, à frente do deputado Jair Bolsonaro (PSL), que varia entre 15% e 16%, e Marina Silva (Rede), com 10%. Houve, no entanto, uma enfraquecida no resultado. Em janeiro, a mostra indicava que Lula tinha 37% da preferência dos pesquisados, e agora está em 31% no cenário mais favorável entre nove pesquisados. A maior transferência de votos de Lula é para votos brancos e nulos, mostra o Datafolha. O ganho de outros candidatos existe, mas é residual.

Às 9h46, o DI para janeiro de 2019 caía para 6,210%, na mínima, de 6,224% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2020 estava em 6,910%, de 6,93% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2021 caía a 7,98%, na mínima, de 8,01%, enquanto o DI para janeiro de 2023 exibia 9,15%, na mínima, de 9,19%. No câmbio, o dólar à vista recuava 0,47%, aos R$ 3,4103. O dólar futuro para maio caía 0,39%, aos R$ 3,4140.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, confirmou no período da manhã desta segunda-feira a indicação de Mansueto Almeida para o cargo de secretário do Tesouro Nacional.

No Relatório de Mercado Focus, a mediana para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) este ano caiu de 3,53% para 3,48%. Já a projeção para o índice em 2019 caiu de 4,09% para 4,07%. Quatro semanas atrás, estava em 4,20%.

Nesta segunda-feira, também foi divulgado que Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) avançou 0,56% em abril, após o aumento de 0,45% registrado em março. O resultado ficou dentro das projeções dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam um avanço de 0,15% a 0,57%, com mediana positiva de 0,43%

Na seara política, manifestantes da Frente Povo Sem Medo, da qual faz parte o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), ocuparam na manhã desta segunda-feirao tríplex do Guarujá, que motivou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O grupo estendeu faixas dizendo "Se é do Lula, é nosso", "Se não é, por que prendeu?" e "Povo sem Medo".

A ocupação do tríplex pelos manifestantes foi anunciada nas redes sociais do líder do MTST e pré-candidato do PSOL à presidência da República, Guilherme Boulos. "MTST e a Povo Sem Medo acabam de ocupar o tríplex do Guarujá, atribuído a Lula por Moro. Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?", disse Boulos.