Avenida Paulista já tem concentração para a Parada LGBT

Publicado em 18/06/2017 por O Globo

Parada Gay em São Paulo já tem concentração; evento deve reunir 3 milhões - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo é palco neste domingo do maior evento de celebração da diversidade sexual do mundo. São esperadas três milhões de pessoas na 21ª Parada do Orgulho LGBT. Participantes já começam a se concentrar no Masp, na Avenida Paulista, onde, a partir das 13h, desfilam 19 trios elétricos em direção ao centro da cidade, onde às 18h acontece o show de encerramento no Vale do Anhangabaú.

Este ano, o tema escolhido foi "Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei. Todos e todas por um estado laico". A escolha aconteceu no ano passado, motivada pela discussão do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Congresso Nacional.

A presidente da Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo (APOGLBT-SP), Cláudia Regina, diz que a discussão em torno do Estado laico se faz necessária pelos constantes ataques sofridos pela população LGBT por parte do que ela chama de "fundamentalistas religiosos".

- Nossos principais inimigos hoje são os fundamentalistas religiosos, grupos de pessoas dentro de algumas religiões que insistem em nos condenar e retirar direitos já adquiridos. No Congresso Nacional, por exemplo, o debate sobre a criminalização da LGBTfobia é repleto de ataques de parlamentares da bancada religiosa e conservadora, muito dos quais utilizando-se de suas imunidades parlamentares para disseminar o ódio a uma parcela da população - declarou no site oficial do evento.

Ao lado da Fórmula 1, a Parada Gay é o evento que mais atrai turistas a São Paulo. De acordo com pesquisa do Observatório de Turismo e Eventos, núcleo ligado à empresa oficial de turismo do município, 3,6% dos presentes na edição de 2016 eram turistas estrangeiros. O levantamento apontou que 44,2% das pessoas que compareceram ao evento vieram de outras cidades.

Ainda segundo o relatório, entre 2012 e 2016, o gasto médio dos turistas em São Paulo cresceu 18%, passando de R$ 1,3 mil para R$ 1,5 mil durante o evento.

Entre as atrações previstas, estão as cantoras Anitta e Daniela Mercury. A apresentadora Fernanda Lima será a madrinha do evento. O prefeito João Doria não acompanhará a parada. Ele está em Porto Rico para comemorar os 15 anos da filha.