Faça um teste antes de transformar a sua empresa em franquia

Publicado em 18/06/2017 por Folha de S. Paulo Online

Publicidade

Empresários que passam por um bom momento podem se interessar em expandir seu negócio por meio de franquias. Consultores alertam que a ampliação só deve ocorrer após a marca ter ao menos dois anos de atuação, depois de um período de teste.

José Carlos Semenzato, da SMZTO Holding de Franquias Multissetoriais, sugere que o empreendedor faça primeiro um projeto-piloto para verificar se os números positivos da matriz se repetem.

A unidade experimental deve ser tocada por um parceiro como se fosse uma franquia, mas sem pagamento de taxas por uso da marca. "É preciso ficar claro que se trata um projeto experimental. Se o parceiro entrar como sócio, melhor", diz Semenzato.

O projeto-piloto deve ter um prazo de seis meses a um ano, período no qual serão testadas campanhas e preços.

Saber se o negócio é desejado pelo público local é um ponto fundamental. "Cerca de 80% dos negócios que viram rede de franquias nasceram da demanda do consumidor", afirma Ana Vecchi, da Vecchi Ancona Inteligência Estratégica.

O candidato ao franqueamento deve avaliar ainda se o seu conceito de negócio se adequa a qualquer praça, se a logística não é impeditiva para a ampliação e se o produto tem sazonalidade. "Há diferença de comportamento por bairros, imagina só em relação a outros municípios ou regiões", afirma Vecchi.

A agência de viagens Vai Voando está no início do processo de expansão por franquias. A empresa foi criada em setembro de 2009.

"Buscamos consultoria junto a especialistas no setor, para checar a possibilidade de adaptar a empresa ao franchising", afirma Luiz Andreaza, diretor da agência.

De acordo com o executivo, a intenção é migrar para este modelo de negócio no fim do ano. Em 2016, a Vai Voando faturou R$ 58 milhões e a estimativa para 2017 é chegar a R$ 76 milhões.

"Trabalharemos com outros canais de captação de recursos junto a investidores, além de outros atrativos que pretendemos oferecer aos futuros franqueados da agência", diz Andreaza.

Chegou a hora?