Ministro da Cultura alega desinteresse e entrega cargo no governo

Publicado em 17/06/2017 por O Estado do Maranhão

Ministro da Cultura deixou o cargo por desinteresse

BRASÍLIA - O ministro interino da Cultura, João Batista de Andrade, pediu demissão nesta sexta-feira (16), em carta enviada ao presidente Michel Temer, alegando falta de interesse em continuar no cargo. Andrade assumiu a pasta no dia 18 de maio com o desligamento do então ministro Roberto Freire (PPS) do cargo, após a divulgação da delação de Joesley Batista, da JBS, envolvendo Temer.

Á Folha de S.Paulo, Batista disse que a polêmica envolvendo a nomeação do presidente da Ancine (Agência Nacional de Cinema) e o corte de 43% do orçamento do Ministério da Cultura foram os principais motivos de sua demissão. "Era um ministério que já estava deficiente. O Fundo Nacional de Cultura, que já teve R$ 500 milhões na época áurea, hoje tem zero de recurso. É um ministério inviável tratado de forma a inviabilizá-lo ainda mais."

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.