Moradores cobram fiscalização efetiva

Publicado em 13/06/2017 por Band

Por determinação da Justiça, nenhum caminhão carregado com minério poderia trafegar na MG-030, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Mas na prática, não é bem assim. Segundo entidades de moradores da região, as empresas não têm cumprido a sentença, proferida em segunda instância em maio pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

 

Ontem, após reunião na sede do Ministério Público de Minas Gerais, em Belo Horizonte, a promotora de Justiça de Meio Ambiente de Nova Lima, Deborah Goulart Tavares, cobrou fiscalização mais rigorosa para evitar a circulação dos veículos de carga, e uma reunião com o comandante do Batalhão de Trânsito da Região Metropolitana de BH foi agendada para esclarecimentos sobre as regras de fiscalização do trecho.

 

Segundo representantes das associações de moradores da região, não é incomum o flagrante de veículos pesados na rodovia, mesmo com a proibição. "Esses caminhões carregados de minério andam em alta velocidade, em uma via que, hoje em dia, não é mais uma estrada, mas uma avenida urbana", explicou o advogado Walmir Braga, representante da Associação Geral do Vale dos Cristais, de Nova Lima, uma das autoras da ação que resultou no veto.

 

A decisão é de setembro, e prevê multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento da ordem. Na ocasião, a Justiça atendeu o pedido do Ministério Público de Minas Gerais, que entendeu que o tráfego dos veículos de carga causa impactos ao meio ambiente e à mobilidade urbana, sendo necessário estudo de impacto ambiental que comprove a viabilidade do transporte da carga no percurso.

 

A alternativa para as empresas que utilizam Mina Corumi, em Nova Lima, é a estrada Rio de Peixe. Em nota, a Phoenix Mineração informou que encerrou suas operações em junho de 2016, e desde então não efetuou qualquer transporte de minério. A Empabra (Empresa de Mineração Pau Branco), próprietária da mina, disse que todos os transportadores estão cientes da proibição, e que aguarda um recurso na Justiça pedindo a liberação da via.