Sebrae oferece a partir desta quinta (16) consultoria com bancários aposentados para pequenas empresas

Publicado em 16/03/2017 por Amazonas Notícias

A partir desta quinta-feira (16) o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, vai começar a oferecer consultoria para empreendedores que buscam crédito para capital de giro. O serviço vai ser feito por bancários que já se aposentaram e que vão avaliar negócio e orientar os empresários na contratação de financiamentos. O projeto, batizado de Senhor Orientador, é uma parceria entre Sebrae e Banco do Brasil, e deve atender a 36 mil pequenas e micro empresas até o final deste ano. Os profissionais aposentados vão receber 453 reais do Sebrae por empresa que orientarem. A aposentada Leda Fonseca, de 60 anos, é uma das consultoras selecionadas para ajudar as empresas. Ela viu no projeto uma oportunidade ideal de voltar ao mercado. "Eu sempre trabalhei ligada à pessoa jurídica... Liberando crédito. Porque o atendimento de pessoa jurídica é um atendimento muito amplo. E quando eu vi essa oportunidade do Sebrae eu nem acreditei. Pensei 'esse edital é o meu perfil'."

Para as pequenas empresas, o atendimento vai ser de graça e pode durar até quatro horas. O presidente do Sebreae, Guilherme Afif, lembra como a iniciativa pode ser rica para todos os envolvidos. "Esta inteligência guardada de uma experiência vivida. E essa experiência guardada vale muito para um país, principalmente nessa explosão tecnológica que nós estamos vivendo."

O presidente Michel Temer avalia que a medida vai servir, também, para beneficiar a economia brasileira. "O pequeno e médio empresário é que é uma das forças motrizes da economia brasileiros. E os pequenos negócios são pequenos apenas no nome. Em verdade são os grandes campeões nacionais do emprego. E agora, Afif, você está ampliando com essa contratação que está sugerindo daqueles já com mais de 60 anos."

O Senhor Orientador é uma etapa do programa "Empreender Mais Simples: Menos Burocracia, Mais Crédito", do Sebrae e do Banco do Brasil. O programa foi anunciado em janeiro deste ano para tentar reduzir a burocracia que os empreendedores enfrentam na hora de buscar verbas para expandir os negócios.

Reportagem, Bruna Goularte