Tudo o que você precisa saber para ser um doador de sangue e salvar vidas

Publicado em 14/06/2017 por Gazeta do Povo

Nesta quarta-feira (14), comemora-se o Dia Internacional do Doador de Sangue. Além de chamar a atenção de quem nunca doou, a data é um lembrete a quem costuma doar no verão, mas se esquece da prática no inverno, que começa na próxima quarta-feira, dia 21.

De acordo com dados do Hemepar, em 2016 houve uma redução de 25% no número de bolsas de sangue coletadas entre as estações. Passaram de 49,6 mil no verão para 37,7 mil no inverno. "A população paranaense é solidária, mas precisa ser lembrada da importância de doar sangue", comenta o diretor do Hemepar, Paulo Hatschabach.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), responsável por 86,7% do estoque da rede pública de sangue, abastecendo 384 hospitais públicos e filantrópicos, recebe em média 150 a 200 doações por dia apenas em Curitiba. No Paraná, esse número chega a mil, contabilizando as 21 unidades da rede Hemepar onde a coleta é realizada.

O que precisa para doar sangue?

Para ser doador de sangue, é necessário ter entre 16 e 69 anos de idade - os menores precisam da autorização dos responsáveis - e pesar mais de 50 quilos. Os homens podem fazer até quatro doações por ano, com intervalo de 60 dias entre uma e outra. Já as mulheres podem doar até três vezes por ano, respeitando o intervalo de 90 dias.

Quem quer doar deve buscar um banco de sangue, verificar o horário de atendimento e evitar comidas gordurosas nas quatro horas que antecedem a coleta. Todo o procedimento dura cerca de 45 minutos. "Em menos de uma hora, o doador fez um ato que vai ajudar até quatro pessoas", afirma Hatschabach.

Passo a passo

No dia da coleta, a pessoa será cadastrada e entrevistada para triagem clínica, na qual responderá um questionário sobre hábitos, estado de saúde, histórico de doenças e comportamento sexual. As respostas são confidenciais e a honestidade é essencial para garantir a segurança de quem receberá o sangue.

É realizado um teste rápido, com apenas uma gota de sangue, para verificar se o candidato à doação não tem anemia. Também é verificada a pressão arterial, os batimentos cardíacos e o peso. Se aprovada, a pessoa passará para a sala de coleta. O procedimento é rápido, dura cerca de dez minutos, e a quantidade de sangue retirada, cerca de 450 ml, é prontamente reposta pelo organismo. Feita a coleta, o sangue vai para a sorologia, onde é identificada a tipagem sanguínea e checada a existência de doenças como hepatites B e C, doença de Chagas, sífilis, HIV e HTLV.

O doador recebe um lanche e deve ingerir bastante líquido nas próximas horas para auxiliar na reposição do volume de sangue. É recomendado evitar dobrar o braço por cerca de meia hora depois da doação, carregar peso dentro de quatro horas, realizar esforço físico naquele dia, fumar nas próximas duas horas e ingerir bebidas alcoólicas dentro de 12 horas.

"Algumas pessoas tem medo de doar, mas a dor é insignificante em relação ao ato humanitário de ajudar outra pessoa. Tem que pensar em quem está sofrendo no hospital, precisando desse sangue", comenta o diretor do Hemepar. Ele ressalta que a coleta não apresenta nenhum risco para o doador, pois os materiais utilizados são esterilizados e descartáveis.

Lugares para doar sangue em Curitiba:

Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar)
De segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e aos sábados, das 8h às 18h.
Endereço: Travessa João Prosdócimo, 145, Alto da XV.

Biobanco do Hospital de Clínicas (HC)
De segunda a sexta- feira, das 8h30 às 16h30.
Endereço: Avenida Agostinho Leão Junior, 108, Alto da Glória.

Hemobanco
De segunda- feira a sábado, das 8h às 13h30.
Endereço: Rua Capitão Souza Franco, 290, Batel.

Hospital Erasto Gaertner
De segunda a sexta- feira, das 10h às 17h.
Endereço: Rua Doutor Ovande do Amaral, 201, Jardim das Américas.

Hospital Nossa Senhora das Graças
De segunda a sexta- feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.
Endereço: Rua Alcides Munhoz, 433, Mercês.

Santa Casa de Curitiba
De segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30. Aos sábados, das 8h às 11h30.
Endereço: Praça Rui Barbosa, 694, Centro.

LEIA TAMBÉM:

>>> Aparelho que simula limitações físicas ajuda a entender dificuldades dos idosos

>>> Centro de pesquisa oferece tratamento gratuito a pessoas com depressão em Curitiba

>>> Pilula anti-HIV é liberada pelo SUS e começa a ser distribuída em Curitiba